Entenda alguns efeitos da massagem neurocirculatória!

massagem-sanus-per-aqua1

21 jul Entenda alguns efeitos da massagem neurocirculatória!

A Massagem Neurocirculatória deriva do estilo Sueco de massagem que foi desenvolvido no século XIX, na Suécia por PER HENRIK LING (1776 a 1836) o qual, na verdade, combinava vários estilos já conhecidos de massagem como os praticados pelos egípcios, romanos e outros. Hoje, após análise dos movimentos sabe-se que a Massagem Neurocirculatória atua basicamente sobre dois sistemas do corpo, o Sistema Nervoso (Periférico – SNP, Central – SNC, Autônomo Parassimpático – SNAP, e o Sistema Circulatório (SC) de Retorno (Venoso e Linfático), ou seja: variando um dos componentes, pressão ou velocidade, conseguem-se cinco distintos efeitos. Se for feita de forma Lenta e Superficial produzirá efeitos calmantes, relaxantes no SNC (indução ao Sistema Nervoso Autônomo Parassimpático (SNAP)) e analgesia (ocorre que, por cm², temos 200 sensores para a dor, 25 para o tato, 12 para o calor, 2 para o frio e um número ignorado para pressão).

Apesar do maior nº de terminais para a dor estes são os mais lentos em comunicar-se com o cérebro. Quando, na dor, estimulamos qualquer um dos outros, esta ficará impedida de comunicar-se livremente com o SNC. Esta é uma das explicações. Outra que merece consideração é que a Dor, para o SNC, representa o “passado”, a conseqüência de algo acontecido, enquanto que os outros sentidos (tato, calor, frio, pressão ou uma “nova” dor) representam o presente, algo que está acontecendo. Sendo assim, por questões estratégicas, o SNC priorizará o presente em detrimento do passado desconsiderando assim, por segundos, a Dor original. Compreendemos desta maneira o motivo pelo qual, instintivamente, quando nos machucamos, passamos a mão para, na verdade, a região atingida sentir o tato o calor ou mesmo a pressão. Qualquer uma destas sensações reduz ou elimina a dor. (Este é o motivo pelo qual a massagem Lenta e Superficial tem efeitos analgésicos). Caso a massagem seja feita de maneira Lenta e Profunda os efeitos serão de desintoxicação (limpeza) por atuar na circulação de retorno venosa e linfática. O profissional em massagem terapêutica faria uma combinação dos dois efeitos. Usaria de manobras Lentas e Profundas ao conduzir em direção ao retorno venoso e voltaria de forma Lenta e Superficial para preparar e iniciar o próximo  movimento, proporcionando assim os efeitos de limpeza, relaxamento e analgesia, tudo ao mesmo tempo. Se, por outro lado, a massagem for feita de maneira Rápida e Profunda seu efeito será de nutrição. Esta forma, pelo seu efeito, é muito utilizada na estética e nos casos de atrofias musculares. Evidentemente este efeito somente deveria ser utilizado após os dois primeiros. Do contrário seria como “servir a mesa em pratos sujos”. A massagem poderá proporcionar efeitos tonificantes caso técnicas adicionais sejam aplicadas. Por último a massagem poderá ser feita de maneira Rápida e Superficial produzindo a excitação do SN. Este efeito é procurado nos casos de sonolência ou AVC. Refletindo um pouco sobre estas propriedades notamos que, nos procedimentos terapêuticos, os dois primeiros efeitos são os mais indicados. É verdade que há casos em que os outros serão necessários. Na massagem estética costuma-se usar o terceiro efeito. A esteticista deveria abordar sua cliente com uma visão “holística” e, se assim o fizer, antes de aplicar uma massagem com objetivos nutritivos faria uma massagem desintoxicante.A tonificação será obtida com a inclusão de outra manobra (ver adiante).
Na massagem desportiva, antes do “esporte”, usa-se o terceiro e quarto efeitos e, após o trabalho físico, o primeiro e segundo.
Podemos notar que fazer massagem é uma arte como a de “tocar um instrumento”. Sendo  bem feita produzirá os resultados desejados do contrario o massagista terapêutico fará apenas “barulho”.
Obs. É importante destacar que esse estilo de massagem objetivando alcançar os efeitos mencionados afastou-se muito do Método Sueco original. Por isso, parece-nos apropriado chamar as manobras de MASSAGEM NEUROCIRCULATÓRIA. Assim estaremos destacando seus efeitos tornando mais clara sua aplicação.
Passos para uma sessão de massagem Neurocirculatória:
a) Oferecer água (200 ml).
b) Aferir a Pressão Arterial (deverá ser inferior a 15/09).
c) Verificar se há contra-indicações (ficha de anamnese).
d) Planejar o trabalho que será feito para não ultrapassar o tempo (40min para massagem profunda).
e) Oferecer água (200 ml).

« Manobras de Massagem Neurocirculatória «

Deslizamentos.
Superficial:
Bloqueia a condutibilidade sensitiva. Deve ser aplicada ao iniciar-se a massagem e sempre após cada manobra sendo leve e suave. Tem efeito calmante e analgésico. É indicada nos casos de Estresse.
Profundo:
Promove um escoamento mais rápido do sangue venoso e da linfa. Deve ser sempre em direção à circulação de retorno. É mais enérgica que o deslizamento suave.

Amassamento.
Provoca a desintoxicação das fibras musculares, estimulando a drenagem sangüínea e linfática a produzir mais rápida eliminação das toxinas, provoca maior nutrição celular e pode combater a flacidez. Deve atingir pele e músculos. Os movimentos são feitos com o polegar de um lado e as extremidades dos dedos indicadores, médio, anelar e mínimo do outro lado da porção muscular a ser trabalhada. Polegar de uma mão contra indicador e médio da outra também serve ao propósito Auxilia na modelagem de gorduras e na desintoxicação e conseqüente nutrição da musculatura trabalhada.
Pinçamento.
É indicado para ativação muscular e combate à flacidez. Deve ser executado com as extremidades dos dedos polegar, indicador e médio. Pinçando pequena quantidade de músculos com uma e outra mão alternadamente ou em forma de “C” com os dedos polegar e indicador. É usado para uma porção maior de músculos.
Percussão.
Estimula através da contração das fibras musculares a circulação e a tonicidade muscular. Pode ser executada das seguintes maneiras:
a)      Com os punhos fechados (músculos profundos).
b)      Com o bordo cubital das mãos.
c)       Em ar comprimido (mãos em concha).
d)      Em cuteladas.
c)      Com o dorso dos dedos.
Não poderá ser uma manobra pesada, imprimindo-se apenas o peso dos punhos soltos.
Deve ser executada seguindo a orientação das fibras musculares. Não utilizar esta manobra em regiões sem apoio ósseo (abdômen).

Fricção.
É uma espécie de deslizamento profundo executado de modo energético e rápido, visando modelar gordura localizada.
Vibração.
Atua sobre as terminações nervosas sensitivas superficiais, por ação calmante, antispasmódica e analgésica. Quando aplicada com energia pode ter efeitos de estimulação da musculatura profunda e do tecido ósseo (Osteoporose).
Rolamento.
É executado basicamente nos membros inferiores e superiores. Proporciona uma leve ativação e relaxamento local. Deve ser aplicado na conclusão da massagem do membro.
As mãos do massagista colocam-se espalmadas uma de cada lado do membro e percorrem-no deslizando com certa vibração.

« Efeitos Fisiológicos da Massagem «
Sabemos que no nosso organismo qualquer estímulo desenvolve um reflexo motor ou visceral: o reflexo motor se traduz por um movimento ou deslocamento do corpo ou parte do mesmo, enquanto que o visceral se evidencia por uma modificação funcional.
As excitações cutâneas, provocadas pelas manobras da massagem, têm a propriedade de desencadear alterações sobre os músculos esqueléticos e lisos, sobre vasos sangüíneos superficiais e profundos, atingindo também órgãos, glândulas, e Sistema Nervoso.

Sobre o Sistema Nervoso
A Massagem Neurocirculatória atua sobre o sistema nervoso por sensibilizar os folículos sensores encontrados na pele (Dor, Tato, Calor, Frio e Pressão) Quando esses “sensores” são sensibilizados podemos produzir 3 efeitos: Efeitos calmantes do SNC por indução ao Parassimpático (movimentos lentos e superficiais), excitantes do SNC (movimentos rápidos e superficiais)  e analgesia. Quando sensibilizamos qualquer sentido que represente o PRESENTE como o tato, calor, frio, pressão ou uma nova dor, a dor, que representa o passado, fica momentaneamente bloqueada. Isto, geralmente, é o que basta para se conseguir “quebrar” o ciclo de DOR / TENSÃO / CONTRAÇÃO / DOR. Este efeito é evidenciado pela diferença na velocidade de percepção que o SNC tem com respeito aos estímulos cutâneos ou, conforme nova teoria, por dar prioridade às sensações presentes em detrimento às do passado. Sabemos também que a massagem tem a propriedade de incrementar o peristaltismo quando feita sobre uma região onde estes movimentos existem.
Sobre o Tecido Tegumentar:
Mediante a troca de líquidos (arterial / intersticial / intracelular / linfático ou venoso) temos a revitalização dos tecidos por desintoxicação e nutrição dos mesmos.
Sobre o Tecido Adiposo:
O favorecimento da troca de líquidos implicará na melhora da circulação periférica que dá condições aos adipócitos, em especial os superficiais, de “manterem” sua carga, impedindo a sedimentação que dá origem à celulite.
Sobre o Tecido Muscular:
A massagem desintoxica a musculatura pelo retorno venoso e linfático, nutre e, dependendo das manobras utilizadas, pode tonificá-la.
Sobre o Tecido Ósseo:
Está provado, mediante trabalhos científicos, que o contato do músculo com o osso (fácia no periósteo) previne e combate a Osteoporose.

Sobre o Sistema Digestivo:
Quando feita sobre o “quadrado intestinal” previne e combate a constipação intestinal.
Sobre o Sistema Glandular Endócrino:
Através da troca de líquidos recupera hormônios “perdidos” possibilitando que encontrem seus “alvos”.
Sobre o Sistema Linfático – Imunológico:
Colabora com o retorno linfático formando “nova linfa” através da pressão nos tecidos. Melhora as defesas por ativar a circulação dos linfócitos e direcionar mais “liquido” para os linfonodos.
Sobre o Sistema Respiratório:
Com manobras adequadas (percussão / tapotamento) obtêm-se melhoras nos brônquios e bronquíolos.
Sobre o Sistema Urinário:
A troca de líquidos nos tecidos obriga o sistema urinário a depurar o sangue fazendo urina. Isto colabora com a “limpeza” do próprio sistema.
Sobre o Sistema Circulatório:
Por sua ação mecânica, a massagem Neurocirculatória facilita o retorno venoso e linfático. O trabalho do terapeuta pode fazer com que tecidos com pouca circulação sejam alcançados Com este incremento circulatório todos os órgãos melhoram.

http://www.esteticistas.net.br/index.php?option=com_content&view=article&id=355:massagem-neurocirculatoria&catid=41:tratamentos-para-o-corpo&Itemid=183

1Comente
  • Sr. WordPress
    Publicado em 12:48h, 21 julho Responder

    Olá, Isto é um comentário.
    Para excluir um comentário, faça o login e veja os comentários de posts. Lá você terá a opção de editá-los ou excluí-los.

Adicione um comentário